Topo

Opaq apoia teoria britânica em envenenamento de ex-espião russo

12/04/2018 09h59

Haia, 12 abr (EFE).- A Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) confirmou nesta quinta-feira a teoria do governo do Reino Unido de que o veneno utilizado no ataque contra o ex-agente Sergei Skripal e sua filha Yulia na cidade de Salisbury, no sul da Inglaterra, era de fabricação russa.

A equipe de investigadores, especificou a Opaq em comunicado, "confirma as conclusões do Reino Unido com relação à identidade do químico tóxico utilizado em Salisbury".

A Opaq, que está fazendo uma investigação sobre a origem do veneno utilizado nesse ataque cometido em 4 de março, apoia com essa confirmação a teoria do governo britânico, que também acusa diretamente as autoridades russas do ataque.

Além disso, a organização acrescentou que o agente químico era de alta pureza ou, pelo menos, tem "ausência quase completa de impurezas".

Tanto o nome como a composição da substância identificada estão contidos no "relatório confidencial" que a Opaq distribuiu aos Estados-partes, segundo a nota.

A organização, que em nenhum momento fez referência direta à Rússia no comunicado, detalhou que sua equipe de especialistas esteve no Reino Unido entre os dias 21 e 23 de março e conseguiu "recolher amostras de sangue" dos afetados pelo envenenamento.

Além disso, as amostras foram enviadas ao laboratório da Opaq, localizado na cidade holandesa de Rijswijk, perto de Haia, para sua análise, mas as amostras também foram analisadas por outros laboratórios relacionados com a organização "com fins comparativos".

O governo da primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, expulsou 23 diplomatas russos como represália pelo ocorrido, enquanto a Rússia fez o mesmo como resposta.

Pouco depois, 14 países da União Europeia (UE), assim como Estados Unidos, Canadá e Ucrânia, também decidiram expulsar diplomatas russos em solidariedade com o Reino Unido.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber