Topo

Palestino morre baleado no peito em Gaza

12/04/2018 15h10

Gaza, 12 abr (EFE).- Um palestino morreu nesta quinta-feira baleado no peito no leste de Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza, informaram fontes médicas palestinas.

O porta-voz do Ministério da Saúde de Gaza, Ashraf al Qedra, anunciou o "martírio" de Abudlah Mohammed al Shehri, de 28 anos, pouco depois de declarar que havia um ferido em estado grave que tinha sido operado em um hospital do enclave sob bloqueio israelense.

Uma porta-voz do exército de Israel disse não ter conhecimento até o momento de protestos contra tropas israelenses ou incidentes nessa região.

No último dia 30 de março, as facções palestinas lançaram na Faixa de Gaza uma campanha de protestos chamada "Grande Marcha do Retorno", que convoca os manifestantes a comparecer à fronteira com Israel e que será mantida até 15 de maio.

Desde então, 33 palestinos morreram em protestos ou em incidentes violentos perto da cerca que separa os territórios, da qual Israel insistiu que não permitirá que ninguém se aproxime a menos de 300 metros.

Nesta madrugada, um miliciano do movimento islamita Hamas morreu e outro ficou gravemente ferido em um bombardeio israelense contra "um alvo terrorista no norte da Faixa de Gaza", segundo o exército de Israel.

O bombardeio foi "em resposta à instalação de um explosivo colocado com a desculpa dos protestos e detonado ontem na passagem de um veículo de engenheiros das Forças de Defesa de Israel", segundo o comunicado oficial.