Extremistas atacam mesquita na Cisjordânia ocupada

Jerusalém, 13 abr (EFE).- Uma mesquita na cidade de Aqraba, no distrito de Nablus, no território palestino de Cisjordânia, foi atacada na madrugada desta sexta-feira e marcada com um grafite extremista, em um "incidente de motivação nacionalista", de acordo com palavras da polícia israelense.

"Líquidos inflamáveis foram colocados na porta de entrada do local e incendiados, o que causou danos. A investigação continua enquanto a Polícia procura os suspeitos por trás do incidente criminoso com motivos nacionalistas", declarou um porta-voz policial.

Na parede da mesquita de Sheikh Saadeh apareciam as palavras em hebraico "morte" e "Price Tag" (Preço a pagar), lema que utilizam desde 2008 radicais judeus quando realizam ataques contra palestinos na Cisjordânia ocupada, e é interpretado como um "olho por olho".

A Autoridade Nacional Palestina (ANP) acredita que os suspeitos do ataque são colonos judeus, que residem em território palestino ocupado, informou a agência de notícias "Wafa".

Uma gravação mostra duas pessoas mascaradas com mochilas, que lançam material inflamável na entrada do edifício e ateiam fogo antes de fugir de cena, acrescentou é fonte.

Os palestinos costumam denunciar ataques às suas propriedades, e às suas terras, especialmente contra as oliveiras, por colonos judeus, sobretudo na zona de Nablus, onde os jovens dos assentamentos são conhecidos pelo radicalismo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos