Líder da seita sexual Nxivm é formalmente acusado em Nova York

Nova York, 13 abr (EFE).- O líder da seita Nvixm, Keith Raniere, foi formalmente acusado por tráfico sexual e trabalho forçoso nesta sexta-feira em um tribunal de Nova York, nos Estados Unidos, e pode pegar até a prisão perpétua se condenado.

Preso no México no fim de março, Raniere, de 57 anos, ficará na mesma prisão onde está detido o narcotraficante Joaquín "El Chapo" Gúzman. O julgamento do caso deve começar em setembro.

Os promotores tinham pedido ao juiz do caso, Steven Gold, que não estabelecesse uma fiança para Raniere por considerar que o acusado pode utilizar seus "vastos recursos" para fugir do país.

"Além disso, seu longo histórico de exploração sistemática de mulheres através de práticas coercitivas para seu benefício econômico e sexual prova que, se ficar em liberdade, ele pode representar um perigo para a comunidade", indicou a promotoria de Nova York ao juiz do caso.

Em 1998, esse suposto guru da motivação pessoal criou a organização Programas de Executivos de Sucesso, e cobrava até US$ 5 mil por oficinas de cinco dias. Mais tarde, fundou a Nxivm, a seita que estabeleceu no norte de Nova York e obrigava os presentes a fazer aulas adicionais a preços maiores e a trazer outras pessoas para o projeto para subir na "hierarquia" do programa.

A história fica mais obscura em 2015, quando Raniere formou uma sociedade secreta dentro do Nxivm chamada "DOIS", para empoderar mulheres e erradicar debilidades do programa de estudos.

Essas mulheres, no entanto, se tornavam suas escravas sexuais, sendo forçadas a realizar tarefas domésticas. Ele as marcava como gado em uma cerimônia na qual elas tinham que estar nuas.

A promotoria de Nova York indicou que Raniere tinha mais de 50 escravas sexuais e muitas delas foi recrutada através da Nxivm.

Raniere fugiu para o México no ano passado depois de o "The New York Times" ter publicado históricas de mulheres que tinham deixado o grupo. A promotoria também começou a ouvir testemunhas sobre a suposta conduta criminosa do guru.

O líder da Nxivm vivia em uma luxuosa comunidade na cidade mexicana de Porto Vallarta com um grupo de mulheres. O aluguel de uma semana no local custava US$ 10 mil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos