Síria diz que ataque dos EUA e aliados busca "impedir" trabalho da OPAQ

Cairo, 14 abr (EFE).- As autoridades da Síria afirmaram neste sábado que o ataque dos Estados Unidos, França e Reino Unido procura "impedir o trabalho da missão" da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ), que começa hoje sua investigação no suposto local do ataque químico lançado há uma semana, em Duma.

"O momento da agressão coincide com a chegada da missão de pesquisa da Organização para a Proibição de Armas Químicas à Síria para investigar o suposto ataque químico em Duma (Ghouta Oriental) e procura principalmente impedir o trabalho da missão e antecipar os resultados", disse uma fonte do Ministério das Relações Exteriores, à agência oficial de notícias sírias "SANA".

Além disso, a fonte assegurou que os EUA e seus aliados europeus querem com estes bombardeios "pressionar em uma tentativa de não expor suas mentiras" do que supostamente ocorreu na cidade de Duma, perto de Damasco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos