Turquia considera ataque de EUA, Reino Unido e França na Síria "apropriado"

Ancara, 14 abr (EFE).- O governo da Turquia disse neste sábado que o bombardeio de Estados Unidos, Reino Unido e França na Síria representa "uma resposta apropriada" ao suposto ataque com armas químicas denunciado há uma semana na região de Duma e que causou dezenas de mortes.

"Damos as boas-vindas a esta operação, que é uma expressão da consciência de toda a humanidade contra o ataque de Duma, sobre o qual existem fortes suspeitas de ter sido cometido pelo regime (de Bashar al Assad)", disse o Ministério das Relações Exteriores turco em comunicado.

O governo de Ancara lembrou que ataques químicos, como o que supostamente aconteceu em Duma no último dia 7, "constituem um crime contra a humanidade".

"A Turquia acredita que não deixar estes crimes sem castigo e estabelecer responsabilidades têm uma importância crítica para evitar que se repitam", disse o ministério, que lembrou que as forças de Bashar al Assad bombardearam de forma indiscriminada a população civil e usou no passado armas químicas.

A Turquia também cobrou medidas conjuntas de todos os membros do Conselho de Segurança da ONU e de toda a comunidade internacional para punir o uso de armas químicas.

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, foi muito critico em relação a Assad e apoiou milícias que lutam contra o governo de Damasco, mas ao mesmo tempo colaborou com a Rússia - o principal aliado de Assad - para buscar uma solução para a guerra no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos