Emboscada de homens armados mata quatro policiais na Nigéria

Abuja, 16 abr (EFE).- Quatro policiais morreram nesta segunda-feira na Nigéria em uma emboscada de homens armados no estado de Benue (centro-norte), em uma zona na qual dezenas de pessoas morreram neste ano em ataques supostamente realizados por pastores muçulmanos.

Os agentes sofreram o ataque em Anyibe, precisou o porta-voz policial Moses Yamu em um comunicado

"Tristemente, por enquanto, a polícia sofreu quatro baixas", sublinhou Yamu, ao acrescentar que foi colocado em funcionamento um dispositivo para "ajudar a encontrar os assassinos".

Segundo a imprensa local, outros 11 agentes desapareceram na emboscada e um veículo policial foi destruído.

Mais de cem pessoas, incluídas crianças e mulheres, foram assassinadas na zona neste ano após a aprovação de uma lei do governo estatal que proíbe o pastoreio do gado.

Trata-se de uma normativa rejeitada pelos pastores da etnia Fulani, de maioria muçulmana, que levam suas cabeças de gado por todo o país, com o argumento de colocam em perigo seu meio de vida.

Os nômades muçulmanos buscam gramado para seu gado, destroçando às vezes os campos de cultivo dos agricultores cristãos locais, em brigas constantes na zona central da Nigéria, nas quais morreram milhares de pessoas nos últimos anos.

A luta pela apropriação dos recursos naturais entre pastores nômades e agricultores locais é uma das principais causas da violência, com a qual competem pelo gramado e por água.

Em 2017, os conflitos entre os pastores nômades e os agricultores locais deixaram pelo menos 549 mortos e milhares de deslocados na zona, segundo a Anistia Internacional (AI), que também informou de 168 mortes em janeiro.

O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, também da etnia Fulani, foi pressionado para atalhar essa violência em um país cuja segurança já é grande com as ações do grupo jihadista Boko Haram.

O grupo terrorista, cujo nome em língua local significa "a educação não islâmica é pecado", luta por impor um Estado de corte islâmica na Nigéria, país de maioria muçulmana no norte e predominantemente cristão no sul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos