Merkel e Putin concordam em impulsionar processo político na Síria

Berlim, 17 abr (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, falou nesta terça-feira por telefone com o presidente russo, Vladimir Putin, para analisar a crise síria e concordaram na necessidade de centrar "todos os esforços" para impulsionar um " processo político" no país, segundo informou o Governo germânico.

Em um breve comunicado, a Chancelaria ressaltou a concordância de ambos líderes em apostar nesse processo político para pôr fim a "um sangrento conflito" que já dura anos, em linha com a conversa que Merkel teve ontem também com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

Antes de Berlim informar sobre o contato entre a chanceler e o presidente russo, o Kremlin emitiu um comunicado no qual destacou que "ambas as partes expressaram disposição para contribuir para retomar os esforços políticos e diplomáticos sobre a Síria, incluído nos fóruns de Genebra e Astana".

Em sua conversa com Merkel, segundo Moscou, Putin ressaltou, além disso, que "as ações de uma série de países ocidentais, que cometeram um ato de agressão contra a Síria, supõem uma grosseira violação das normas do direito internacional".

Para Putin, o ataque cometido no sábado pelos EUA, o Reino Unido e a França causou "um grande dano ao processo de paz na Síria".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos