Regime negocia com EI para evitar ofensiva em Damasco, diz Observatório

Cairo, 17 abr (EFE).- As forças do regime sírio continuam negociando com os jihadistas do Estado Islâmico (EI) para que abandonem suas posições no sul da capital, Damasco, e assim evitar uma ofensiva, informou nesta terça-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG detalhou que o governo sírio continua desdobrando unidades e reforçando suas posições tendo em vista uma ofensiva militar contra o EI no campo de Al Yarmouk, com refugiados palestinos, e outras regiões, caso as tentativas de negociação com os radicais fracassem.

Segundo o Observatório, se houver um acordo, os jihadistas sairiam de Damasco para o norte da Síria e não para o sul, como sugeriram as forças do regime nas negociações.

Hoje pela manhã, as forças governamentais sírias atacaram com mísseis áreas controladas pelo EI no sul de Damasco, o que causou a morte de pelo menos um menor de idade.

As forças do regime tiveram como alvo áreas do sul de Damasco, o distrito do campo Al Yarmouk e o bairro de Hayar al Asuad, com mais de 40 projéteis e mísseis, detalhou a ONG.

No último mês, o EI tentou recuperar terreno lançando vários ataques no leste de Deir ez-Zor e no sul de Damasco, nas imediações do campo da Al Yarmouk, onde tomou o controle do bairro da Al Qadam.

Os extremistas estão presentes há anos no distrito de Hayar al Asuad e controlam um terço do campo de refugiados palestinos de Al Yarmouk.

Enquanto isso, uma parte de Al Yarmouk está em poder do Organismo de Libertação do Levante, a ex-filial síria da Al Qaeda, e outra nas mãos das autoridades sírias e facções palestinas aliadas do governo de Damasco.

O EI, que proclamou um "califado" na Síria e no Iraque em junho de 2014, perdeu a maior parte do território que controlava em ambos os países no último ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos