PUBLICIDADE
Topo

Guarda Costeira da Líbia intercepta 74 pessoas que tentavam chegar à Europa

23/04/2018 21h31

Trípoli, 23 abr (EFE).- Uma patrulha da Guarda Costeira da Líbia interceptou nesta segunda-feira uma embarcação com 74 pessoas a bordo que tentava atravessar o Mediterrâneo e chegar ao litoral da Europa, informou à Agência Efe o porta-voz da Força Naval no oeste do país, Ayub Qasem.

Segundo seu relato, os imigrantes procediam na sua maioria de países do Sahel - entre eles estavam 40 mulheres e cinco crianças - e foram surpreendidos em frente à costa da cidade de Qarabuli, situada ao leste de Trípoli.

Os imigrantes foram transferidos a um centro de detenção na capital, à qual chegaram depois de terem recebido assistência médica e serem transferidos ao serviço de luta contra a imigração ilegal, acrescentou o porta-voz sem oferecer mais detalhes.

As praias que se estendem entre Trípoli e a fronteira com a Tunísia se transformaram nos últimos dois anos no principal reduto das máfias que traficam seres humanos, apesar da presença das patrulhas europeias.

Segundo dados da Organização Internacional de Migração (OIM), organismo vinculado à ONU, mais de 171.635 imigrantes irregulares conseguiram atravessar para a Europa em 2017, enquanto 3.116 desapareceram no mar.

Apenas no primeiro mês de 2018, outros 6.161 conseguiram chegar às praias europeias e 359 morreram na tentativa.

As ONGs qualificam de "devoluções imediatas" os resgates efetuados pela Líbia, que favorecem a União a Europa, e advertem que violam a lei internacional, já que os imigrantes retornam a um porto que a comunidade internacional considera inseguro.