Polícia detém motorista que atropelou grupo de pessoas em Toronto

Toronto, 23 abr (EFE).- A polícia de Toronto deteve o motorista da van que atropelou nesta segunda-feira um grupo de pessoas no norte da cidade e que posteriormente fugiu.

A polícia não proporcionou informação sobre o motorista, que foi detido 30 minutos depois do incidente, cujas causas ainda não foram esclarecidas.

As autoridades canadenses também não divulgaram informação sobre o número exato de vítimas ou sua condição, mas a emissora de radiotelevisão pública canadense "CBC" disse que várias das vítimas não tinham sinais vitais.

Inicialmente a polícia de Toronto disse que a van tinha atingido entre oito e dez pessoas antes de fugir. Imagens da "CBC" mostraram várias pessoas sendo atendidas na calçada nas imediações da saída de uma estação de metrô.

Uma testemunha declarou à imprensa local que tinha visto na calçada onde aconteceu o atropelamento os corpos cobertos de quatro pessoas.

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, expressou em Ottawa sua consternação pelo incidente e disse que nas próximas horas poderá compartilhar mais informação sobre o ocorrido.

O incidente coincide com a realização em Toronto da cúpula de ministros das Relações Exteriores do G7 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Reino Unido, Itália e Japão) que estão tratando, entre outros temas, de medidas antiterroristas e contra o extremismo jihadista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos