Trump anuncia que se reunirá com Kim Jong-un "em três ou quatro semanas"

Em Washington

  • AFP/KCNA VIA KNS

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou neste sábado (28) que se reunirá com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, "em três ou quatro semanas", o que representa uma leve antecipação em relação às estimativas da Casa Branca, que fixou a reunião para o final de maio ou princípio de junho.

"Acredito que vamos ter um encontro nas próximas três ou quatro semanas", afirmou Trump em discurso em Michigan para seus simpatizantes.

"Vai ser um encontro muito importante, a desnuclearização da península da Coreia", acrescentou Trump sobre um cenário com cartazes azuis com as palavras "promessas guardadas" e "Fazer os EUA grande de novo", seu lema de campanha e que utilizou para este comício.

Os simpatizantes de Trump cantaram a palavra "Nobel" quando ele começou a falar do seu diálogo com a Coreia do Norte, o que provocou risos do líder, que respondeu: "Só quero fazer o meu trabalho".

O Comitê Nobel norueguês, encarregado de decretar cada ano o prêmio da Paz, começou em fevereiro uma pesquisa sobre uma possível indicação ao prêmio em nome de Trump, o que fez com que alguns de seus simpatizantes, incluindo o congressista Luke Messer, pedissem formalmente o Nobel para Trump por causa do tema Coreia do Norte.

A reunião entre Trump e Kim será a primeira na história entre líderes dos EUA e da Coreia do Norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos