Bombardeios contra EI na Síria matam 23 civis, incluindo 10 crianças

Bombardeios realizados por aviões não identificados contra a cidade de Al Qasr, controlada pelo grupo Estado Islâmico (EI) na província de Al Hasakah, no nordeste da Síria, matou pelo menos 23 civis, entre eles dez crianças nesta terça-feira (1º).

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que não sabe se os aviões são do Iraque ou da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos. A cidade fica no sul da província.

A maioria das vítimas são pessoas de idade avançada e pertecentes a duas famílias, indicou o Observatório. Segundo a ONG, o número de mortos pode aumentar devido à gravidade dos feridos.

A região bombardeada hoje é habitada por deslocados iraquianos, assim como sírios que fugiram durante a ofensiva contra a província de Deir ez Zor, também no nordeste do país.

No último dia 19 de abril, o Exército do Iraque disse que bombardeios realizados por aviões do país na Síria causaram a morte de 36 membros do EI, entre eles vários líderes do grupo.

O ataque coincide com o anúncio do lançamento da fase final da ofensiva "Tempestade de Al Yazira", liderada pelas Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada integrada por milícias curdas e pela coalizão internacional comandada pelos EUA.

O sul de Al Hasakah e uma parte do nordeste de Deir ez Zor, assim como parte da fronteira da Síria e Iraque, continua sob controle dos extremistas do EI.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos