Cristina recebe Dilma na Argentina para discutir ataques a governos populares

Buenos Aires, 1 mai (EFE).- A ex-presidente e senadora da Argentina Cristina Kirchner recebeu nesta terça-feira, em sua casa em Buenos Aires, a ex-presidente Dilma Rousseff.

"Primeiro de Maio com Dilma. Falamos de Lula, primeiro presidente operário do Brasil, do ataque aos governos populares e do retrocesso social e econômico de nossos povos depois do ataque. Argentina e Brasil, muitas coincidências para ser uma casualidade. Tudo tem a ver com tudo", escreveu a ex-presidente argentina no Twitter.

O encontro entre as duas ex-presidentes ocorreu no apartamento de Cristina no bairro de Recoleta, em Buenos Aires. Dilma está na Argentina para participar de eventos do Dia do Trabalho.

A agenda da petista começará na Feira do Livro de Buenos Aires, com a apresentação do livro "Lula: a verdade vencerá".

Depois, Dilma se reunirá com a direção da Confederação Geral do Trabalho, a maior central sindical da Argentina, junto com o ex-presidente colombiano Ernesto Samper.

A reunião, segundo os sindicalistas, tem como objetivo "repudiar as políticas de ajuste e de deterioração institucional que castigam a América Latina e especialmente o Brasil".

A ex-presidente encerra a viagem com um evento cultural na Universidade Metropolitana para a Educação e o Trabalho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos