França pede ao Irã transparência após revelações de Netanyahu

Paris, 1 mai (EFE).- A França pediu nesta terça-feira ao Irã uma "cooperação total" e transparência após as revelações do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, sobre um suposto programa nuclear secreto, que, na sua opinião, reforça a pertinência do acordo alcançado em 2015.

Essas informações "deverão ser estudadas e analisadas em detalhes", segundo um comunicado do Ministério de Relações Exteriores.

"Em uma primeira análise, confirma que parte do programa nuclear iraniano não tinha fins civis, como a França e os seus parceiros constataram após as primeiras revelações de 2002" e essa conclusão foi a que guiou a negociação do pacto de Viena de julho de 2015, explica a nota.

Esse acordo limita o programa atômico de Teerã em troca da suspensão das sanções internacionais.

Para a França, a pertinência do pacto é reforçada pelos elementos apresentados por Israel, pois "todas as atividades vinculadas ao desenvolvimento de uma arma nuclear estão proibidas pelo acordo de maneira permanente".

As autoridades francesas consideraram "essencial" que a Agência Internacional da Energia (AIE) possa seguir verificando o respeito a esse compromisso e o "caráter pacífico" do programa nuclear do país.

"As novas informações apresentadas por Israel poderiam confirmar igualmente a necessidade de garantias a longo prazo sobre o programa iraniano, como propôs o presidente da República", Emmanuel Macron, acrescentaram.

A França destacou, além disso, que o AIE deve ter um "acesso pleno" aos dados apresentados por Israel "e decidir depois" o que fazer.

Netanyahu apresentou ontem, garantiu, cópias de documentos iranianos originais do arquivo atômico secreto, obtido pelos serviços de inteligência israelenses e posteriormente "compartilhados" com os EUA, que confirmou sua autenticidade.

Na opinião do líder israelense, essas provas demonstram que Teerã "continua preservando e expandindo seus conhecimentos de armas nucleares para o futuro" e certificam que o "acordo nuclear oferece ao Irã um caminho claro para o arsenal atômico".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos