Tempestades no norte da Índia deixam pelo menos 73 mortos e 140 feridos

Nova Délhi, 3 mai (EFE).- Pelo menos 73 pessoas morreram e 140 ficaram feridas nas últimas 24 horas por tempestades e fortes chuvas nos estados de Uttar Pradesh e Rajastão, na Índia, informaram nesta quinta-feira à Agência Efe, fontes oficiais.

Em Uttar Pradesh, no norte do país, pelo menos 46 pessoas morreram e 38 ficaram feridas por causa de uma tempestade "muito séria" que começou ao anoitecer, afirmou o diretor-adjunto da Autoridade de Gestão de Desastres Estatal, Sanjay Kumar.

"O pior da tempestade ocorreu em Agra, onde morreram 36 pessoas e 35 ficaram feridas. Em algumas partes da cidade, as casas desabaram e as pessoas ficaram presas dentro delas, com árvores caindo sobre suas casas", afirmou.

Kumar disse que o estado segue em alerta diante da possibilidade de continuar o temporal.

Uma porta-voz da Autoridade de Gestão de Desastres do Rajastão, Bijendra Singh, explicou que pelo menos 27 pessoas faleceram e 102 ficaram feridas nos distritos de Bharatpur, Alwar e Dholpur, por conta de uma tempestade de areia que eclodiu ao anoitecer.

Essa mesma fonte afirmou que a maior parte dos mortos e feridos sofreram acidentes enquanto estavam na rua, e afirmou que as autoridades emitiram um alerta "uma ou duas horas" antes do início da tempestade.

A monção, que geralmente atinge o terço norte do país no final de junho, é precedida por dois meses de altas temperaturas que podem exceder 40 graus e fortes tempestades de vento.

Os incidentes meteorológicos são frequentes no sul da Ásia na época de mais intensidade das chuvas de monção, sobretudo entre julho e agosto, quando costumam deixar centenas de mortos e milhões de desabrigados na região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos