Governador de NY pede renúncia do procurador-geral após acusações de agressão

Nova York, 7 mai (EFE).- O governador de Nova York, Andrew Cuomo, recomendou nesta segunda-feira ao procurador-geral do estado, Eric Schneiderman, que apresente sua renúncia após as denúncias publicadas hoje que o acusam de ter agredido várias mulheres.

Schneiderman, do Partido Democrata e uma figura destacada no movimento contra os abusos sexuais, foi eleito para o cargo nas eleições de 2010 e assumiu o posto em janeiro de 2011.

"Não acredito que seja possível que Eric Schneiderman continue servindo como procurador-geral e, pelo bem da procuradoria, deveria renunciar", afirmou Cuomo em comunicado divulgado pouco depois da publicação das denúncias publicadas pela revista "The New Yorker".

Cuomo disse ter feito essa recomendação como uma "opinião pessoal" e levando em conta o "padrão incriminatório dos fatos e a corroboração" incluída na informação publicada na revista.

"Ninguém está acima da lei, nem sequer o mais importante funcionário legal de Nova York", acrescenta no comunicado Cuomo, que também anuncia que pedirá a nomeação de um procurador de distrito "apropriado" para que comece uma "investigação imediata".

A reação foi divulgada pouco depois que a "New Yorker" informou que quatro mulheres asseguram que o procurador-geral do estado, com quem asseguram ter mantido uma relação sentimental, as agrediu fisicamente em várias ocasiões.

A publicação menciona que apenas duas das envolvidas, identificadas como Michelle Manning Barish e Tanya Selvaratnam, tornaram públicas suas supostas experiências com o procurador-geral, já que asseguram que, ao fazer isso, "protegem outras mulheres".

Segundo os testemunhos de Manning e Selvaratnam, nos seus encontros com Schneiderman, este as agrediu sem o seu consentimento, frequentemente quando estavam na cama e depois de ter ingerido álcool, e, embora não tenham denunciado à polícia, requisitaram assistência médica após serem esbofeteadas no ouvido e no rosto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos