Japão quer manter acordo nuclear com Irã apesar da retirada dos EUA

Tóquio, 9 mai (EFE).- O Japão mostrou nesta quarta-feira apoio ao acordo nuclear com o Irã após a decisão dos Estados Unidos de deixar o pacto assinado em 2015, e pediu ao resto das potências signatárias que adotem "medidas construtivas" para conseguir sua manutenção.

"O Japão segue apoiando o JCPOA (sigla em inglês do pacto), que contribui para o fortalecimento do regime internacional de não-proliferação (nuclear) e para a estabilidade no Oriente Médio, e espera que as partes pertinentes adotem medidas construtivas" para mantê-lo, disse o chanceler japonês, Taro Kono, em comunicado.

Kono manifestou que "será desanimador se o anúncio (da retirada dos EUA) tiver um impacto que dificulte a continuidade do JCPOA" e afirmou que seu Governo manterá uma "estreita comunicação" com os outros envolvidos para mantê-lo.

O país asiático prestará "muita atenção à situação enquanto analisa cuidadosamente a possível influência que este anúncio (feito pelo presidente americano Donald Trump) possa causar", acrescentou o ministro japonês de Relações Exteriores no texto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos