Santos confirma que diálogos de paz com ELN serão retomados amanhã em Cuba

Berlim, 9 mai (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou nesta quarta-feira em Berlim que se reiniciarão amanhã os diálogos de paz com a guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN) em Havana.

"Amanhã voltam a começar oficialmente, se renovam as conversas com o ELN para ver se alcançamos um cessar-fogo", disse Santos em reunião com empresários em Berlim.

No entanto, Santos ressaltou que já não poderá assinar o acordo de paz com o ELN já que seu mandato termina no próximo dia 7 de agosto, embora tenha se mostrado convencido de que deixará os diálogos para o próximo presidente "no caminho correto".

O governo colombiano e o ELN anunciaram no sábado passado que retomarão os diálogos de paz em Havana após examinar de forma conjunta as opções para poder voltar às negociações "o mais breve possível".

No último dia 18 de abril, o presidente equatoriano, Lenín Moreno, ordenou à chanceler María Fernanda Espinosa informar à sua homóloga na Colômbia, María Ángela Holguín, que seu país suspendia "sua condição de fiador dos diálogos de paz" entre o governo colombiano e o ELN, que aconteciam em Quito.

Os diálogos de paz começaram em fevereiro de 2017 e sua maior conquista foi um cessar-fogo bilateral de 101 dias entre 1º de outubro e 9 de janeiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos