Mais de 2.500 civis e combatentes rebeldes são enviados para o norte da Síria

Cairo, 13 mai (EFE).- Um comboio com aproximadamente 2.550 civis e combatentes rebeldes chegou neste domingo à província de Idlib, no norte da Síria, em virtude de um acordo de evacuação de uma região assediada pelas forças do governo em Homs e Hama, no centro do país.

O comboio, o quarto que parte do centro do país em direção a Idlib na última semana, estava formado por cerca de 180 veículos, entre eles 55 ônibus, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

De acordo com o Observatório, 13.050 pessoas no total, incluindo combatentes, seus familiares e outros civis, foram retirados de Homs e Hama e levados para Idlib desde o último dia 8.

A saída dos combatentes e de seus familiares, assim como de outros civis que não querem permanecer na região, que passará para o controle do governo sírio, acontece por causa de um pacto entre as facções armadas opositoras e o regime sírio, alcançado em 2 de maio com mediação da Rússia, depois de uma ofensiva nesse território.

As autoridades sírias recuperaram o controle de várias regiões do país com essa mesma estratégia nos últimos meses, entre elas Ghouta Oriental, uma localidade da periferia de Damasco que foi um importante reduto rebelde e está sob controle governamental desde meados de abril.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos