Oito pessoas envolvidas em atentados terroristas de Teerã são condenadas

Teerã, 13 mai (EFE).- O Tribunal Revolucionário de Teerã condenou hoje em primeira instância à pena de morte oito pessoas envolvidas nos atentados terroristas de junho passado na capital do Irã, que causaram 17 mortos e foram reivindicados pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Os condenados têm 20 dias para recorrer da sentença, ditada após sete sessões realizadas de forma consecutiva desde o dia 28 de abril, informou a agência oficial iraniana "Irna".

Estão acusados, entre outros, de posse de armas, uso de documentação falsa e "corrupção na terra", a denominação no Irã para os cargos mais graves que implicam a pena capital como o assassinato, o terrorismo ou a revolta em armas contra o Estado.

Há outros 18 acusados por estes ataques cujo processo judicial ainda não terminou.

O suplo atentado terrorista foi cometido por membros do EI em 7 de junho de 2017 contra a sede do Parlamento iraniano e o mausoléu do imame Khomeini.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos