Rússia critica EUA por mudar embaixada em Israel para Jerusalém

Moscou, 14 mai (EFE).- A Rússia afirmou nesta segunda-feira que se opõe à mudança da embaixada dos Estados Unidos em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, criticando o governo americano por adotar uma medida unilateral contrária aos acordos internacionais.

"Mais de uma vez expressamos publicamente nossa avaliação negativa desta decisão, e inclusive o presidente Vladimir Putin falou sobre isso. Estamos convencidos de que não se pode revisar unilateralmente os acordos firmados pela comunidade internacional", disse o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

Em entrevista coletiva, Lavrov disse que a decisão da Casa Branca só mostra que o conflito entre palestinos e israelenses, especialmente a questão relativa ao status de Jerusalém, só pode ser resolvido por meio do diálogo direto entre as lideranças da região.

Por isso, Lavrov afirmou que "segue de pé" a oferta da Rússia para receber possíveis negociações das lideranças palestinas e israelenses.

Os EUA inauguraram oficialmente hoje a embaixada do país em Jerusalém em meio a grandes protestos dos palestinos na Faixa de Gaza. As forças de segurança de Israel reagiram, matando 40 pessoas e deixando mais de 2 mil feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos