Maduro condena "barbárie" dos Estados Unidos e Israel em protesto de 2ª feira

Caracas, 15 mai (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, condenou nesta terça-feira a "barbárie" e "as medidas tomadas" pelos Estados Unidos e Israel pelas mortes de 60 palestinos nos protestos de segunda-feira em Gaza contra a mudança da embaixada americana para Jerusalém.

"Hoje somos todos Palestina. Os seus mortos, os seus feridos e as suas esperanças são as nossas. Condenamos a barbárie e as medidas tomadas pelos EUA e Israel. A Palestina vencerá! Longa vida à Palestina Livre e soberana!", publicou Maduro em sua conta do Twitter.

Venezuela e Palestina mantêm uma boa relação há anos iniciada pelo ex-presidente Hugo Chávez, apoio que Maduro manteve.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos