Topo

Voluntários de ONG são alvo de sequestro no Sudão do Sul, dizem autoridades

17/05/2018 12h18

Juba, 17 mai (EFE).- Sete voluntários de emergências humanitárias da ONG World Vision International foram sequestrados por um grupo de homens armados na estrada que une as cidades sul-sudanesas de Yambio e Tombura, disseram nesta quinta-feira à Agência Efe os porta-vozes de dois estados da zona.

O ministro de Informação do estado de Tombura (sudoeste), Anikumbo Mathiew, detalhou que o sequestro aconteceu na terça-feira quando três veículos da World Vision foram alvo de um assalto armado na zona de Itagiri.

Segundo Mathiew, acredita-se que os assaltantes pertencem à oposição armada liderada pelo ex-vice-presidente do Sudão do Sul Riek Machar.

Por sua vez, o ministro de Informação do estado de Gudwe, morador de Tombura, confirmou os fatos à Agência Efe.

Pia Philip afirmou que as autoridades de ambos estados trabalham com as forças de segurança para garantir o regresso seguro dos voluntários, que não tiveram as nacionalidades reveladas.

A oposição armada sul-sudanesa sequestrou em abril deste ano dez voluntários estrangeiros perto da cidade de Yei, no sul do país, como anunciou o Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA).

Segundo a OCHA, durante o mês de abril, grupos armados retiveram trabalhadores humanitários em duas ocasiões.

No Sudão do Sul, cerca de 98 empregados de ONG e agências humanitárias morreram desde dezembro de 2003, segundo dados da ONU.