Tropas sírias matam menor que defendeu casa em que vivia de roubo em Damasco

Cairo, 26 mai (EFE).- O Exército sírio matou neste sábado um menor de idade que protegia sua casa perante um suposto roubo por parte das tropas no campo de refugiados palestinos de Al Yarmouk, no sul de Damasco, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Testemunhas na zona explicaram ao Observatório que membros do Exercito sírio dispararam diretamente no menino, sem dar mais detalhes.

A ONG indicou que as tropas do regime sírio seguem roubando ops pertences nas casas situadas em vários bairros do sul de Damasco, que foram recuperados nos últimos dias após chegar a acordos "secretos" - segundo o Observatório, embora negado pelo regime - com o grupo terrorista Estado Islâmico (EI), que controlava a zona.

Esses casos de roubo provocou "raiva" entre os sírios que deixaram a zona, uma situação similar à que foi vivida após o despejo em Ghouta Oriental, o que era o principal reduto opositor nos arredores de Damasco, lembrou a ONG.

Em 21 maio, o Exército sírio declarou o controle total da província de Damasco, pela primeira vez desde 2012, após derrotar os jihadistas do EI.

Al Yarmouk, a cerca de 5 quilômetros do centro de Damasco, assim como seus bairros adjacentes, eram redutos do EI e do Organismo de Libertação do Levante (ex-filial síria da Al Qaeda) desde 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos