Topo

Bebê nasce a bordo de barco com imigrantes e recebe nome de Milagre

Um bebê nasceu a bordo do navio Aquarius, no Mediterrâneo Central - Guglielmo Mangiapane/Reuters
Um bebê nasceu a bordo do navio Aquarius, no Mediterrâneo Central Imagem: Guglielmo Mangiapane/Reuters

Em Roma

27/05/2018 07h58

Os cerca de 70 imigrantes que estavam a bordo do navio Aquarius, que chegou nesse sábado (26) a Catânia, na Sicília (Itália), presenciaram o nascimento de um bebê. A mãe foi resgatada em um bote inflável com outros imigrantes por um navio da Marinha italiana e depois transferida ao Aquarius onde começou a sentir as dores do parto e deu à luz em águas internacionais.

O bebê nasceu com 2,8 quilos e foi batizado momentaneamente de Miracle (Milagre, em tradução livre).

"Tanto a criança como a mãe estão muito bem", explicou a parteira do MSF (Médicos Sem Fronteiras), Amoin Soulemane.

A mulher contou que passou um ano na Líbia como prisioneira em um campo, onde a maltrataram continuadamente e pediram dinheiro para libertá-la, mas conseguiu escapar com seu companheiro e embarcar com outras pessoas na quinta-feira passada.

Chamado de Milagre, o bebê nasceu com 2,8 kg. A mãe era prisioneira da Líbia - Guglielmo Mangiapane/Reuters
Chamado de Milagre, o bebê nasceu com 2,8 kg. A mãe era prisioneira da Líbia
Imagem: Guglielmo Mangiapane/Reuters

"Me contou que seu barco saiu na quarta-feira, mas o motor parou e tiveram que voltar à costa e se esconder na praia durante todo o dia até o retorno dos traficantes", explicou um dos voluntários da MSF, Nem Mhurchu.

O Aquarius foi um dos barcos resgatados pela Marinha italiana no Mediterrâneo Central. Nos últimos três dias 2.000 imigrantes desembarcaram na ilha italiana de Sicília. A Guarda Litorânea confirmou à Agência Efe que nas próximas horas chegarão a Messina e Palermo mais de 1.000 imigrantes resgatados nas sete operações realizadas ontem.

Mais Notícias