Petro afirma que população garantirá transparência nas eleições colombianas

Bogotá, 27 mai (EFE).- O candidato presidencial de esquerda Gustavo Petro, do movimento Colômbia Humana, que aparece em segundo lugar em todas as pesquisas, afirmou neste domingo, depois de votar em Bogotá, que a população é a fiadora da transparência das eleições de hoje no país.

"A garantia hoje não é dada pelo Estado, mas pelos cidadãos", afirmou Petro em entrevista à imprensa depois de votar no bairro de Assunción, onde fez um pedido para que as pessoas gravem e vigiem com seus celulares "qualquer tipo de crime, de fraude".

Petro denunciou dias antes das eleições que estava sendo preparada uma "fraude" contra ele para que não alcançasse a quantidade de votos suficientes para passar ao segundo turno, que previsivelmente será necessário, uma vez nenhum candidato parece ter apoio suficiente para ganhar hoje.

Segundo o candidato do Colômbia Humana, as autoridades eleitorais buscam favorecer o ex-vice-presidente Germán Vargas Lleras, que nas pesquisas de intenções de voto aparece em quarto lugar.

Além de Petro e Vargas Lleras também concorrem hoje o candidato do partido uribista Centro Democrático Iván Duque, que está em primeiro nas pesquisas, o centrista Sergio Fajardo pela Coalizão Colômbia, e o liberal Humberto de la Calle.

"Este debate eleitoral é entre as maquinarias corruptas e as cidadanias livres", concluiu Petro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos