Mais de 20.000 pessoas estão sem luz em Santiago à espera de forte chuvas

Santiago do Chile, 28 mai (EFE). Cerca de 20.000 pessoas foram afetadas nesta segunda-feira em Santiago do Chile pelo corte de energia elétrica provocado por um temporal de vento que derrubou várias árvores que jogaram abaixo alguns postes da iluminação pública, enquanto se esperam fortes chuvas para as próximas horas.

Desde muito cedo, a região metropolitana da capital chilena, de 7,1 milhões de habitantes, sofreu fortes rajadas de vento, que em alguns bairros praticamente impediu a circulação de veículos e de pedestres que tentavam chegar aos seus locais de trabalho.

A companhia Enel Distribuição Chile afirmou hoje à imprensa que várias equipes de funcionários estão trabalhando intensamente para normalizar a situação.

Por sua parte, o Escritório Nacional de Emergência (Onemi), dependente do Ministério do Interior, advertiu à população que na terça-feira à tarde a cidade se verá castigada por fortes chuvas e ventos que poderiam alcançar 60 quilômetros por hora.

Mais ao sul, as cidades de Osorno, Concepción e Los Angeles se viram afetadas por inundações devido à saída de alguns estuários, situação que provocou a transferência a lugares mais seguros das pessoas que viviam nas margens dos leitos.

No arquipélago de Juan Fernández, situado no oceano Pacífico, as fortes chuvas deixaram vários afetados e o prefeito Leopoldo González pediu aos moradores para não sair de suas casas e evitar correr riscos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos