EUA esperam trabalhar "estreitamente" com novo governo de Pedro Sánchez

Washington, 1 jun (EFE).- O governo dos Estados Unidos afirmou nesta sexta-feira que espera trabalhar "estreitamente" com o novo chefe do Executivo da Espanha, Pedro Sánchez, depois que este conseguiu o apoio do Congresso para uma histórica moção de censura que forçou a saída do poder de Mariano Rajoy.

"A Espanha é um de nossos aliados mais próximos e esperamos continuar trabalhando e consultando estreitamente com o novo governo", declarou à Agência Efe um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, que pediu anonimato.

Esta foi a primeira reação do país depois que o socialista Sánchez foi eleito hoje novo presidente de governo da Espanha após receber o apoio da maioria absoluta do Congresso a uma moção de censura que acabou com a presidência do seu antecessor no cargo, Mariano Rajoy (2011-2018).

A moção, apresentada há uma semana pelos socialistas após a divulgação da sentença da Justiça espanhola que condenou o Partido Popular (PP) por beneficiar-se de uma trama de corrupção, foi aprovada por 180 votos a favor, 169 contra e uma abstenção.

Sánchez se transformará oficialmente no sétimo presidente de governo da democracia na Espanha amanhã após tomar posse perante o rei Felipe VI, segundo informaram hoje fontes da Casa do Rei.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos