Aliança armada lança nova fase de ofensiva contra EI no nordeste da Síria

Cairo, 3 jun (EFE).- As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por milícias curdas e apoiada pelos Estados Unidos, anunciaram neste domingo uma nova fase da ofensiva final para derrotar o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no nordeste da Síria.

"As FSD anunciam uma nova fase da operação para libertar as áreas que estão sob o controle do EI no sul de Al Hasakah e no leste de Al Shaddadi, no norte da Síria, com o apoio da coalizão" internacional, liderada por Washington, anunciou a aliança no Twitter.

Por sua vez, o Observatório Sírio de Direitos Humanos indicou hoje que já começaram as operações militares finais no marco da ofensiva para acabar com a presença dos radicais do EI no último reduto controlado pelos jihadistas em Al Hasakah, no nordeste do país árabe.

A ONG detalhou que centenas de pessoas tinham abandonado suas casas em áreas do sul de Al Hasakah devido aos intensos ataques e bombardeios contra o EI lançados pela coalizão.

No sábado, pelo menos 20 civis, entre eles sete menores, morreram em supostos bombardeios da aliança antijihadista contra alvos no sul da Al Hasakah, segundo o Observatório.

No último dia 1º de maio, as FSD lançaram a ofensiva final como parte da campanha militar "Tempestade da Al Yazira" para acabar com os extremistas na Síria.

As FSD tomaram o controle de amplas áreas que o EI tinha em seu poder no norte da Síria, inclusive sua "capital", a cidade de Raqqa.

Atualmente, os jihadistas só dominam 3% do território sírio e têm presença nas províncias de Deraa (sul), Al Hasakah e Deir ez-Zor, depois de terem perdido o controle de outras sete províncias desde 2017.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos