Colégios eleitorais abrem na Eslovênia para eleições parlamentares

Zagreb, 3 jun (EFE).- Os cerca de 3.100 colégios eleitorais da Eslovênia abriram neste domingo suas portas para as eleições parlamentares, para as quais foram convocados 1,7 milhão de pessoas.

Esta é a oitava eleição desde a independência (1991) da pequena república ex-iugoslava de dois milhões de habitantes, que desde 2004 faz parte da União Europeia e desde 2007 tem o euro como moeda.

O pleito acontece uma semana antes em relação à data regular, uma pequena antecipação que se deve à renúncia do primeiro-ministro, o liberal Miro Cerar, em março, devido a divergências dentro da coalizão de Governo.

Segundo as pesquisas, o Partido do Centro Moderno (SMC) de Cerar contará apenas com 10% dos votos, quando em 2014 obteve quase 35%.

O favorito é o conservador Partido Democrata Esloveno (SDS) do ex-primeiro-ministro Janez Jansa, que centrou sua campanha contra a imigração.

As pesquisas lhe dão entre 25% e 30% dos votos, mas terá dificuldades em encontrar parceiros para a formação de governo.

As primeiras sondagens de boca de urna devem sair por volta das 19h (horário local, 15h em Brasília), no fechamento dos colégios eleitorais, e a Comissão Eleitoral Estatal publicará os primeiros resultados a partir das 21h (17h).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos