Topo

Pyongyang nomeia ministro da Defesa mais moderado, segundo jornal japonês

03/06/2018 03h10

Tóquio, 3 jun (EFE).- A Coreia do Norte teria nomeado um novo ministro da Defesa mais moderado em relação com a histórica cúpula com os Estados Unidos, segundo informou neste domingo o jornal japonês "Asahi".

O jornal japonês, que cita uma fonte anônima próxima ao regime norte-coreano, assegura que Pak Yong-sik teria sido substituído no cargo pelo mais moderado No Kwang-chol, ex-vice-chefe do estado maior.

A fonte assegurou que o regime, conhecido por sua discrição, está tomando medidas para colocar figuras mais moderadas no cargo do seu exército como gesto de boa vontade em relação à esperada cúpula entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o presidente dos EUA, Donald Trump, para tratar sobre a possível desnuclearização de Pyongyang.

Pak Yong-sik foi renomado ministro da Defesa em maio de 2015 e acompanhou Kim Jong-un na cúpula que o líder norte-coreano teve com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, no dia 27 de abril.