Topo

Trump questiona o FBI por não tê-lo informado de investigação contra Manafort

03/06/2018 12h25

Washington, 3 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, questionou o FBI neste domingo por não ter sido informado antes das eleições sobre as investigações contra seu chefe de campanha, Paul Manafort, envolvido no escândalo que avalia a influência da Rússia no pleito de novembro de 2016.

"Sendo uma das duas pessoas que podiam chegar a ser presidente, porque o FBI ou o Departamento de Justiça não me disseram que estavam investigando Paul Manafort em segredo? Eles deveriam ter dito", afirmou Trump no Twitter.

"Deveriam ter dito que (o então diretor do FBI, James) Comey e seus meninos estavam o investigando, e nós não teríamos o contratado", continuou o presidente na rede social.

Além disso, Trump defendeu que Manafort permaneceu por muito pouco tempo na campanha, apenas de junho e agosto de 2016.

Manafort, em prisão domiciliar desde que se entregou ao FBI em outubro, é acusado de ter cometido mais de 30 crimes financeiros.

Apesar de as acusações envolverem fatos ocorridos há mais de dois anos, as descobertas só foram feitas durante a investigação do promotor especial para o caso Rússia, Robert Mueller, que apura os laços do Kremlin com a campanha de Trump.

Segundo a acusação de Mueller, Manafort trabalhou entre 2006 e 2017 para governos estrangeiros sem comunicar aos EUA.

Manafort teve que deixar o posto de chefe de campanha de Trump após a revelação de que tinha escondido das autoridades um pagamento de US$ 12,7 milhões que recebeu por assessor Viktor Yanukovich, deposto como presidente da Ucrânia em 2014.