Dissidências das Farc assassinam 4 líderes camponeses na Colômbia

Bogotá, 3 jun (EFE).- As dissidências das Farc, que não aceitam o acordo de paz, assassinaram quatro líderes da região de El Naya (sudoeste), entre eles um que foi sequestrado quando era transportado em uma missão humanitária, informou neste domingo o jornal "El Espectador".

Assim informou o jornal que cita um vídeo no qual os guerrilheiros asseguram que os irmãos Obdulio e Hermes Angulo Zamora e Simeón e Iber Angulo, foram assassinados entre 17 de abril e 5 de maio deste ano.

Até o momento nenhuma autoridade confirmou ou negou a veracidade do vídeo.

O Sistema das Nações Unidas na Colômbia condenou, em maio passado, o desaparecimento das quatro pessoas e pediu a sua libertação.

A região do Alto Naya é composta pelos municípios de Buenaventura, López de Micay e Buenos Aires, que fazem parte dos departamentos de Cauca e Vale del Cauca.

Ali vivem minorias étnicas que sofreram múltiplas violações aos seus direitos coletivos e individuais durante o conflito armado colombiano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos