PUBLICIDADE
Topo

Autoridades de Guantánamo se preparam para possível chegada de novos presos

21/06/2018 11h27

Washington, 21 jun (EFE).- O Exército dos Estados Unidos está realizando exercícios preparatórios relacionados com a possível chegada de novos presos ao centro de detenções da Base Naval de Guantánamo, que poderia assim receber seus primeiros reclusos em cerca de uma década, informaram nesta quinta-feira fontes militares.

"Apesar de nossos exercícios não se centrarem em uma expectativa específica de chegadas, a preparação é um ativo militar, por isso que foi realizado um exercício de recepção de detidos em junho", confirmou à Agência Efe a comandante Anne Leanos, porta-voz das forças conjuntas de Guantánamo.

Leanos explicou que este tipo de exercício tem como objetivo adestrar as tropas para que estejam preparadas para qualquer contingência, "como pode ser a mudança e a chegada de presos, ou as inclemências de um clima destrutivo".

No entanto, estes exercícios chamam a atenção levando em conta que os últimos reclusos chegaram à ilha há cerca de uma década e, sobretudo, que um dos principais objetivos do ex-presidente Barack Obama (2009-2017) era fechar este polêmico presídio.

"A recuperação destes exercícios coincide com o início da atual Administração", reconheceu a comandante, que, no entanto, quis ressaltar que estes exercícios correspondem à necessidade de preparar as tropas "em função da evolução dos diferentes cenários" nos quais os Estados Unidos combatem o terrorismo.

Em março deste ano, o Pentágono reconheceu que estava trabalhando na modernização da prisão de máxima segurança do centro de detenções.

"As forças de Guantánamo vão além a fim de operar com uma sensibilidade cultural, de acordo com a nossa missão para proporcionar uma custódia e cuidados humanitários e legais aos detidos em conflitos armados consoante marca a lei", afirmou Leanos.