PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Califórnia lidera processo múltiplo contra Trump por separação de famílias

21/06/2018 23h05

Los Angeles (EUA), 21 jun (EFE).- O procurador-geral da Califórnia, Xavier Becerra, anunciou nesta quinta-feira que uniu uma coalizão de dez estados para apresentar um processo contra o governo de Donald Trump pela política "cruel e contra a lei" de separar as famílias imigrantes na fronteira com o México.

"As crianças devem estar com suas famílias, não sozinhas e aterrorizadas dentro de jaulas de metal. Apresentamos este processo porque separar as crianças dos seus pais está contra a lei, é algo errado e é cruel", declarou Becerra.

Trump disse nesta quarta-feira que pedirá ao seu governo que atue para reunificar as famílias imigrantes que foram separadas desde abril deste ano, uma situação que afeta mais de 2.300 crianças.

Previamente emitiu um decreto com o qual punha fim à separação das crianças imigrantes dos seus pais na fronteira com o México, mas não resolvia a situação dos menores que já foram afastados dos seus responsáveis.

"O presidente Trump assinou ontem uma ordem vazia e sem significado para conter políticas que ele mesmo tinha implementado. É um truque político", afirmou Becerra.

"Enquanto isso estas crianças, seus pais e as pessoas de todo o mundo precisam de respostas sobre o que vai ocorrer agora. Esta política poderia ter consequências devastadoras para a saúde e o bem-estar dessas crianças", acrescentou.

Para Becerra, separar crianças das suas famílias significa "cair mais baixo ainda, inclusive para o governo de Trump".

O processo alegará que as leis aplicadas pelo governo Trump violam direitos fundamentais que vão contra o estabelecido na Constituição.

Além disso, solicitarão que o governo crie imediatamente um processo para reunificar as famílias separadas.

Pelo menos 2.342 crianças foram separadas dos seus pais desde abril, quando o governo americano iniciou uma política de "tolerância zero" que levou a apresentar acusações criminais contra qualquer adulto que cruze irregularmente a fronteira com o México, que era então separado dos menores com os quais viajasse.

Internacional