PUBLICIDADE
Topo

Internacional

China manterá comércio com Irã apesar da retirada dos EUA do acordo nuclear

21/06/2018 05h08

Pequim, 21 jun (EFE).- O Ministério de Comércio da China afirmou, nesta quinta-feira, que os laços econômicos e comerciais entre o país e Irã continuarão "normalmente", apesar da recente retirada dos Estados Unidos do acordo nuclear com Teerã, que poderia acarretar sanções de Washington contra países terceiros.

"A China continuará mantendo relações econômicas e comerciais normais com o Irã", afirmou, em entrevista coletiva, o porta-voz do ministério chinês, Gao Feng, acrescentando que esses laços "não violarão as obrigações internacionais" de Pequim.

O porta-voz, que respondeu a uma pergunta da Agência Nacional de Notícias do Irã, acrescentou que o governo chinês "sempre se opõe a medidas unilaterais de qualquer país contra outras".

Ele também destacou que entre janeiro e abril de 2018, o comércio bilateral entre China e Irã experimentou um aumento anual de 9,3%, com trocas no valor de US$ 13,210 bilhões.

O presidente iraniano, Hassan Rohani, visitou neste mês a China para participar da cúpula da Organização para Cooperação de Xangai, onde o Irã é país observador.

Internacional