PUBLICIDADE
Topo

Internacional

ONU diz que Estado está praticamente ausente na Venezuela

22/06/2018 05h52

Genebra, 22 jun (EFE).- O Escritório do Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos denunciou, nesta sexta-feira, a "impunidade" que reina na Venezuela, onde as forças de segurança supostamente cometeram abusos por anos, sem que o Estado preste contas por isso.

"O fato de não ter responsabilizado as forças de segurança pelas violações tão graves de direitos humanos que se perpetraram, sugere que o Estado de Direito está praticamente ausente na Venezuela", afirmou em comunicado, o alto comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Zeid Ra'ad al Hussein.

"Há anos, o equilíbrio institucional vem sendo minado, assim como o espaço democrático na Venezuela, deixando pouco espaço para a prestação de contas ao Estado. A impunidade deve acabar", acrescentou.

Internacional