PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Tsipras diz que vai cumprir promessa após decisão para aliviar dívida grega

22/06/2018 13h04

Atenas, 22 jun (EFE).- O primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, afirmou nesta sexta-feira que cumprirá a promessa que fez após vencer as eleições em janeiro de 2015, caso conseguisse o alívio da dívida do país, e passará a usar gravatas.

O presidente da Grécia, Prokopis Pavlopoulos, o lembrou da promessa durante uma reunião na qual Tsipras informou sobre o fim do terceiro resgate após acordo firmado com o Eurogrupo.

"Quando alguém faz uma promessa deve cumpri-la. Preciso de uma camisa adequada agora, com colarinho duro", disse Tsipras.

Na véspera das eleições de 25 de janeiro de 2015, Tsipras prometeu que no dia que conseguisse o alívio da dívida grega colocaria gravata, um acessório jamais usado por ele.

Desde então não houve uma única ocasião, por mais solene que fosse, na qual Tsipras aparecesse engravatado. Vários líderes europeus, inclusive, tentaram fazê-lo utilizar o acessório.

O primeiro foi o agora ex-primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, no primeiro Conselho Europeu que Tsipras participou em 2015.

Em maio do mesmo ano, em meio às negociações entre o governo grego e os credores do país, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, também tentou fazer com que o primeiro-ministro usasse uma gravata, sem sucesso.

O mais recente caso foi o do primeiro-ministro da Macedônia, Zoran Zaev, no último domingo, durante a cerimônia de assinatura do acordo entre os dois países sobre o novo nome da Antiga República Iugoslava da Macedônia.

A dívida da Grécia está em cerca de 180% do Produto Interno Bruto (PIB) do país. A decisão do Eurogrupo prevê medidas de alívio em médio prazo, mas não um perdão, como o Syriza, coalizão de Tsipras, exigia durante a campanha de 2015.

Internacional