PUBLICIDADE
Topo

Egito prorroga estado de emergência por 3 meses

24/06/2018 10h33

Cairo, 24 jun (EFE).- O Parlamento do Egito renovou neste domingo por mais três meses o estado de emergência em vigor no país desde abril de 2017, como resposta a uma série de atentados terroristas.

O estado de emergência, que dá amplos poderes às forças de segurança, será estendido a partir de 14 de julho, quando a prorrogação anterior expiraria, informou a agência de notícias "Mena".

A Constituição egípcia só permite a aplicação do estado de emergência durante um período de seis meses consecutivos, por isso, em algumas ocasiões, o Parlamento deixou um intervalo de dias entre a aplicação desta medida para não descumprir a Carta Magna.

O Exército realiza, desde fevereiro, uma grande operação na península do Sinai, no nordeste do país, contra uma filial do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) chamada Wilayat Sina.

Nesta ofensiva, 316 supostos terroristas morreram e 27 militares e milhares de suspeitos foram detidos, segundo dados oficiais.

O governo ordenou o início desta operação no Sinai depois que um ataque terrorista contra uma mesquita da região, em dezembro do ano passado, matou mais de 300 pessoas. As autoridades egípcias atribuíram a autoria do ataque ao Estado Islâmico.