PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Iván Duque afirma que Trump apoia agenda de luta frontal contra narcotráfico

25/06/2018 22h56

Bogotá, 25 jun (EFE).- O presidente eleito da Colômbia, Iván Duque, garantiu que o governante dos Estados Unidos, Donald Trump, expressou seu apoio à "agenda de luta frontal contra o narcotráfico" em uma conversa por telefone que tiveram nesta segunda-feira, na qual também o felicitou por sua vitória nas eleições.

"Hoje recebi uma ligação do presidente dos EUA na qual nos felicitou pelos resultados alcançados nas últimas eleições e também expressou seu compromisso de apoiar nossa agenda de segurança, de justiça, nossa agenda de luta frontal contra o narcotráfico e a nossa agenda de empreendimento e igualdade", declarou Duque a jornalistas.

Esta ligação foi confirmada horas depois de a Casa Branca ter anunciado que, segundo seus cálculos, os cultivos de coca na Colômbia aumentaram 11% em 2017 até alcançar o número recorde de 209.000 hectares, enquanto a produção potencial de cocaína pura também subiu 19%, até 921 toneladas métricas.

O subdiretor do Escritório de Política Nacional para o Controle de Drogas da Casa Branca (Ondcp, na sigla em inglês), Jim Carroll, destacou que "a mensagem do presidente Trump à Colômbia é clara: é preciso dar marcha à ré no crescimento recorde na produção de cocaína".

Nem Duque nem a porta-voz do governo americano, Sarah Huckabee Sanders, esclareceram se Trump e o presidente eleito da Colômbia discutiram sobre estes novos dados na conversa telefônica.

Por sua vez, o próximo presidente colombiano acrescentou que "foi um diálogo amável, agradecemos e seguiremos trabalhando para estreitar nossa relação".

Internacional