PUBLICIDADE
Topo

Treinador de futebol e 12 crianças se perdem em caverna na Tailândia

27/06/2018 08h10

Bangcoc, 27 jun (EFE).- Os serviços de resgate seguem nesta quarta-feira com a busca por 12 crianças de um time de futebol e treinador que se perderam no sábado em uma caverna do norte da Tailândia, informam fontes oficiais.

Bicicletas, calçados e outros utensílios dos desaparecidos foram achados na entrada da gruta, de cerca de 10 quilômetros de comprimento e que se encontra parcialmente inundada por causa dos temporais que castigam a região.

A porta-voz das equipes de emergência, Ruetaiwan Patisen, garantiu em conversa telefônica com a Agência Efe que ainda têm esperanças de encontrar o grupo "com vida" na caverna, na província de Chiang Rai.

Ruetaiwan precisou que estão sendo utilizadas 20 bombas de extração para reduzir o nível da água nas partes inundadas da caverna, onde ainda não foram localizados os menores - com idades compreendidas entre 11 e 16 anos - e o adulto - de 25 anos.

A porta-voz indicou que as galerias que estão "inundadas" teriam impedido o grupo de sair.

Cerca de 1,3 mil soldados, incluídos policiais, pessoal de emergências, mergulhadores e equipes de elite do Exército participam das tarefas de busca na caverna, situada no parque natural Tham Luang-Khun Nam Nang Par perto da fronteira com Mianmar.

Na tarde de sábado, oficiais do parque natural encontraram os pertences do grupo e, após uma primeira exploração na qual chegaram a 3 km dentro da gruta, pediram a ajuda das autoridades.