PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Vice dos EUA visita venezuelanos em Manaus e volta a criticar Maduro

27/06/2018 16h25

Redação Central, 27 jun (EFE).- O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, visitou um abrigo em Manaus para refugiados da Venezuela e atribuiu o "êxodo em massa" de pessoas desse país à "ditadura brutal" que o governa.

"O regime de (Nicolás) Maduro, essa ditadura brutal, enfraqueceu a economia e o custo dos seus crimes não podem ser calculado em números, mas em consequências. São mais de 2 milhões de pessoas que obrigadas a fugir do país", declarou o vice-presidente americano.

Pence chegou a Manaus depois de passar por Brasília, onde se reuniu ontem com o presidente Michel Temer e, entre outros assuntos, conversou sobre o governo venezuelano.

"O povo venezuelano merece liberdade, e a mensagem do presidente Donald Trump é que os Estados Unidos estão com vocês, caminhamos juntos com vocês e vamos continuar assim até que a democracia seja restaurada na Venezuela", afirmou.

O vice-presidente e a segunda-dama, Karen Pence, visitaram a Casa de Acolhida Santa Catarina, na capital amazonense, onde estão cerca de 70 venezuelanos. A maioria deles chegou a Manaus depois de passar semanas em Boa Vista (Roraima), por onde calcula-se que no último ano e meio entraram cerca de 50 mil cidadãos da Venezuela.

A previsão é que Pence e Karen façam um voo de helicóptero para ver a Floresta Amazônica e sigam para o Aeroporto Internacional de Manaus, de onde embarcam rumo ao Equador, a segunda parada da terceira excursão pela América Latina, que terminará na Guatemala.

Internacional