PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Lavrov e Pompeo devem se reunir dentro de duas semanas, diz Moscou

28/06/2018 05h32

Moscou, 28 jun (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, e o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, estudam a possibilidade de uma reunião entre ambos em um prazo de duas semanas, declarou nesta quinta-feira o número dois da diplomacia russa, Sergei Ryabkov.

"Consideramos que esta reunião, após o acordo sobre a realização da cúpula (entre os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e dos Estados Unidos, Donald Trump), é extremamente necessária", disse à imprensa, o vice-ministro das Relações Exteriores russo.

Ele admitiu que é difícil encontrar lacunas nas agendas de Lavrov e Pompeo, mas afirmou que a parte russa já fez "determinadas propostas" e espera a resposta americana.

"Consideramos que a reunião pode acontecer nas próximas duas semanas", disse Ryabkov.

Ontem, o presidente e o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, acertaram a realização de uma cúpula russo-americana, cuja data e local serão anunciados hoje simultaneamente por Moscou e Washington.

"Foi escolhido um local para a cúpula muito cômodo tanto para a Rússia como para os EUA. Trata-se de um terceiro país", disse aos jornalistas, o assessor de Putin para Assuntos Internacionais, Yuri Ushakov.

De acordo com Ushakov, os dois líderes vão discutir o acordo sírio, as formas de melhorar as relações bilaterais, o conflito ucraniano, o programa de desarmamento nuclear, a situação na Coreia do Norte e o acordo nuclear com o Irã, abandonado recentemente pelos EUA.

Internacional