PUBLICIDADE
Topo

Cai rede que enviava ecstasy da Espanha à Argentina em aquecedores elétricos

29/06/2018 08h28

Madri, 29 jun (EFE).- Agentes da Guarda Civil da Espanha, em coordenação com as autoridades policiais e judiciais da Argentina, desarticularam uma rede criminosa que enviava ecstasy ao país latino-americano saindo da Espanha escondido em aquecedores elétricos, informou nesta sexta-feira o órgão de segurança espanhol.

Os agentes espanhóis detectaram os envios à Argentina, passando pela Alemanha, e entraram em contato com as autoridades do país sul-americano, que vigiaram as mercadorias, detiveram quatro pessoas e apreenderam 38.961 pastilhas de MDMA, com a logo EA7 e PIN.

Em uma revista, acharam também três quilos de cocaína e elementos utilizados para a adulteração da droga e sua venda.

A Guarda Civil continuou com sua investigação na Espanha e detectou outro envio de caraterísticas similares para a Argentina, realizado por uma pessoa com documentação falsa.

As forças de segurança argentinas localizaram o pacote e, com a correspondente autorização judicial, agentes da Polícia Federal desse país viajaram para a Espanha para colaborar na investigação.

A operação culminou com a detenção de outras duas pessoas, consideradas os líderes da trama, encarregados dos envios à rede argentina.

A abundante documentação apreendida demonstrou a trama existente e levou à detenção de três pessoas mais na Argentina. A operação continua aberta, por isso que não foram descartadas novas atuações.