PUBLICIDADE
Topo

Comboio humanitário entra em região do Sudão do Sul pela 1ª vez desde março

29/06/2018 10h37

Juba, 29 jun (EFE).- Um comboio humanitário com provisões para 8.000 pessoas conseguiu entrar ao distrito sul-sudanês de Leer (norte) pela primeira vez desde março, algo que foi impossível desde então devido aos combates, informou nesta sexta-feira o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV).

A primeira distribuição de ajuda aconteceu ontem na cidade de Loth, onde as equipes da Cruz Vermelha encontraram famílias deslocadas vivendo à intempérie, protegidas unicamente por árvores e sobrevivendo de frutas silvestres e da pesca, segundo um comunicado.

Nas próximas semanas a Cruz Vermelha tem por objetivo dar assistência a outras 3.300 famílias nas localidades de Leer, Padeah e Dablual.

Em março passado as equipes da Cruz Vermelha entregaram sementes e ferramentas agrícolas à população da região, mas estas se perderam ou foram saqueadas quando explodiram os confrontos em abril.

A subdiretora do CICV em Juba, Beatrice Oechsli, afirmou no comunicado que as provisões que estão sendo entregues "não serão suficientes para manter as famílias durante a temporada de chuvas", por isso que será "fundamental" que prossiga a ajuda humanitária.