PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Eleições presidenciais em Madagascar são confirmadas para novembro

29/06/2018 06h48

Antananarivo, 29 jun (EFE).- Madagascar realizará suas eleições presidenciais no dia 7 de novembro, para tentar solucionar a crise política suscitada entre o chefe de Estado, Hery Rajaonarimampianina, e a oposição, que exige a sua renúncia, anunciou nesta sexta-feira o primeiro-ministro Christian Ntsay.

O premier confirmou hoje, em entrevista coletiva, que o primeiro turno do pleito será realizada no início de novembro, enquanto se for necessário, o segundo turno aconteceria no dia 19 de dezembro.

O vencedor das eleições tomará posse no cargo na segunda metade de janeiro de 2019, segundo o site de notícias locais "Madagascar Tribune".

As datas foram propostas pela Comissão Eleitoral Nacional Independente (CENI), e cumprem com as exigências do Tribunal Constitucional, que interveio na crise política e ordenou que Rajaonarimampianina nomeasse um novo governo de consenso e antecipasse as eleições, previstas para final de ano.

A crise política se agravou no dia 21 de abril, quando pelo menos quatro pessoas morreram em uma manifestação na capital, Antananarivo, contra as novas leis eleitorais aprovadas no Parlamento.

A tensão antes das eleições aumentou em Madagascar nos últimos meses, com acusações de compra de votos entre parlamentares e a proibição de várias manifestações.

Internacional