PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Trump quer falar com Putin sobre Ucrânia, Síria e ingerência eleitoral

29/06/2018 21h22

Washington, 29 jun (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quer falar com seu homólogo russo, Vladimir Putin, sobre os conflitos na Ucrânia e na Síria e sobre a suposta ingerência do Kremlin em processos eleitorais durante a reunião que terão na Finlândia no dia 16 de julho.

"Vamos falar sobre a Ucrânia, vamos falar sobre a Síria, vamos falar sobre eleições. Não queremos ninguém manipulando nossas eleições", destacou Trump em declarações a jornalistas nesta sexta-feira.

Trump, no entanto, não quis responder se falará com Putin sobre as sanções americanas impostas contra a Rússia, tanto pela anexação da Crimeia em 2014 como pela suposta ingerência nas eleições presidenciais de 2016.

Por outro lado, o presidente americano disse que também quer falar com Putin sobre "paz".

"Inclusive podemos falar de poupar milhões de dólares em armas. Estamos construindo uma força (militar) que ninguém antes tinha visto", acrescentou.

Estados Unidos e Rússia anunciaram nesta quinta-feira a convocação de uma reunião entre seus presidentes para o dia 16 de julho em Helsinque.

Após seu encontro com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, no último dia 12 de junho, Trump busca agora aparar as arestas com a Rússia.

Internacional