PUBLICIDADE
Topo

Novos ataques no sul da Síria deixam ao menos 10 civis mortos

30/06/2018 13h19

Cairo, 30 jun (EFE).- Pelo menos dez civis morreram neste sábado, entre eles cinco menores de idade, por bombardeios e disparos da artilharia das forças do exército de Bashar al Assad contra uma cidade da província de Deraa, no sul da Síria, informou a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Os ataques aconteceram em Al Sahua, população que foi alvo de outros bombardeios nas últimas horas, segundo o OSDH.

A ONG acrescentou que o número de mortos pode aumentar porque há vários feridos em estado grave e vários desaparecidos sob os escombros, mas não detalhou seu número.

Com esse ataque, o número de mortos civis aumentou para 126 desde o início da ofensiva governamental em Deraa em 19 de junho, número que inclui 24 menores de idade e 23 mulheres, segundo a última apuração do OSDH.

Os aviões governamentais também efetuaram bombardeios nas últimas horas contra o distrito de Deraa al Balad, região controlada pelos rebeldes na cidade de Deraa, capital regional, e onde foram registrados danos materiais, acrescentou o OSDH.

A ofensiva causou o deslocamento de pelo menos 120 mil civis desde o começo dos confrontos, segundo cálculos do OSDH.

O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur) calcula que o número de deslocados já chega a 160 mil e, na sua maioria, eles têm se dirigido para áreas próximas da fronteira jordaniana, que permanece fechada.