PUBLICIDADE
Topo

Viena cita embaixador iraniano por diplomata suspeito em atentado frustrado

03/07/2018 08h12

Viena, 3 jul (EFE).- O Ministério de Relações Exteriores da Áustria citou o embaixador do Irã em Viena pelo suposto envolvimento de um dos funcionários dessa legação no planejamento de um atentado frustrado contra a oposição iraniana na França, que aparentemente está detido na Alemanha.

Segundo confirmou à Agência Efe Matthias Forenbacher, porta-voz da ministra austríaca de Relações Exteriores, Karin Neissl, contra o diplomata suspeito há uma ordem europeia de detenção e, além disso, o mesmo foi citado ontem pelo Ministério austríaco "para que contribua para esclarecer o assunto".

"Pedimos ao país emissor (o Irã) que suspenda a imunidade" do suspeito e "hoje informamos à embaixada (iraniana) que em um prazo de 48 horas Viena retirará o estatuto diplomático", acrescentou.

Forenbacher não quis dar qualquer informações relativas à identidade do suspeito, ou à atual situação jurídica.

Segundo a agência austríaca "APA", o diplomata está atualmente detido na Alemanha.

Seis pessoas foram detidas ontem na França, Bélgica e Alemanha por um atentado frustrado contra um encontro da oposição iraniana no exílio, que aconteceu no fim de semana passado nos arredores de Paris e que reuniu cerca de 25 mil pessoas.

O Conselho Nacional da Resistência Iraniana (CNRI), com sede em Paris, assegurou que o diplomata iraniano identificado como Adollah A., destinado na Áustria e detido na Alemanha, foi o cérebro principal do plano terrorista.